Rua

Rua

Saio na rua sendo apenas eu mesma.
Saio bela, desfilando no olhar uma felicidade ímpar.
Saio na rua e pareço desfilar por entre as
passarelas das calçadas agitadas.

Saio na rua e tenho sobre mim olhos curiosos,
olhos desejosos, olhos maliciosos, olhos…
Mas eu continuo apenas indo pela rua,
e dentro de mim, eu agora não sou apenas eu,
sou composta, complexa, acompanhada.

Saio na rua sendo “eu-tua”.
E mesmo sem ti, continuo toda contigo em mim.
E assim eu perambulo pelas ruas.
A rua às vezes é engraçada,
e sem te ter ao meu lado é sempre triste.

Eu saio na rua como se desfilasse,
mas não sou eu quem está ali,
é apenas minha metade,
fica sempre faltando a outra parte.

Assim eu continuo bailando
pelas extensas, estreitas, frenéticas ruas
sob vários olhares e alguns sorrisos.

Mas eu só sorrio por inteiro,
quando estando em minha Rua,
de longe te antevejo. Então eu já sei
que serei novamente tua…
– Na minha Rua!


Por Lilly Araújo-Direitos Autorais Reservados.

Anúncios

About lillyaraujo13

Bióloga. Poeta. Amante de Deus, das crianças, das pessoas de boa fé e dos animais.

Posted on 6 de Junho de 2011, in Poemas de Lilly and tagged , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Obrigada por comentar!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: