Ainda é Madrugada

Ainda é Madrugada

Ainda é madrugada.
Ainda nem dormi,
ainda nem acordei.
Ainda estou com saudades de ti.

Ainda é madrugada.
Madrugada fria e solitária.
Madrugada de mim, madrugada de você.
Madrugada ainda de mim sem mim, sem você.

Ainda é madrugada viva e silenciosa,
e eu ainda estou aqui a escrever
no silêncio do vazio de você.
Nem tente me compreender.

Ainda é madrugada,
eu ainda sou eu:
paradoxal, extrema, ambígua, poeta,
perdida, encontrada, feliz e infeliz.
E ainda é madrugada.

Há tantos sons lá fora que não percebo,
há tantos gemidos aqui dentro que não compreendo.
E, ainda na madrugada solitária,
eu-poeta continuo escrevendo.

Ainda é madrugada.
eu ainda sou eu.
(Eu na solitária madrugada).

Por Lilly Araújo-Direitos Autorais Reservados.
Anúncios

About lillyaraujo13

Bióloga. Poeta. Amante de Deus, das crianças, das pessoas de boa fé e dos animais.

Posted on 9 de Julho de 2011, in Poemas de Lilly and tagged , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Obrigada por comentar!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: