Toca-me

Toca-me

Se me queres tocar,
toca-me.
Mas toca-me suavemente,
como uma brisa de mar.
Toca-me como se beijasse uma rosa
sem a despetalar.

Se me podes tocar,
estende a tua mão amiga,
e teus dedos amantes,
então, toca-me as entranhas
como se nunca antes.

Se me queres e me podes tocar,
venha como um vulcão
e inflama-me a alma,
e me deixe em chamas.
E na hora do amor,
sussurre que me amas.

E se me tocas, eu te aviso
sem medo, sem pudor,
que torno-me tua toda,
entrelaçada nos teus braços de amor.

Lilly Araújo 07/11/14

Anúncios

About lillyaraujo13

Bióloga. Poeta. Amante de Deus, das crianças, das pessoas de boa fé e dos animais.

Posted on 17 de Novembro de 2014, in Poemas de Lilly and tagged , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Obrigada por comentar!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: