Arquivos de sites

Mais um beijo

276269_Papel-de-Parede-Arte-Digital-Beijo_1920x1200

Não há paz completa
dentro do peito de um poeta.
Não há um instante sequer,
que descordenado, descompassado,
assim, como se soluçasse,
ele pare de bater,
ele saiba não doer.

Não há paz, para quem,
assim como eu,
traga um coração bêbado,
trôpego e febril,
sempre a claudicar dentro do peito.
Para nós, pobres poetas,
não há nada que dê jeito!

E nessa guerra fria,
os meus dias congelam-me os pés,
e olho sem entender para o céu cinzento,
que goteja uma garoa fina e constante,
que tomou-me os beijos amantes.

Não há paz!
Nunca mais paz!
Para quem, como eu,
experimentou do néctar do desejo,
e que agora vive a buscar
mais uma dose, mais um trago,
mais um beijo.

Lilly Araújo

Anúncios

Sua janela

sua janela

Um olhar fortuito para sua janela,
apenas um flash, e o desencadear
de tantas lembranças,
um olhar roubado,
como peraltice de criança.

Olhei sem querer
e por querer,
querendo te encontrar
e te provar,
mas nem pude saber
se estava lá…

Era apenas uma janela
aberta para chuva entrar…
Quis ser chuva,
quis ser água, ser seu mar.
de você oceano,
e eu a desaguar.

Vi sua janela.
Vi minha alma aberta,
na janela dos meus olhos
a te buscar…
E destino cruel,
nem pude saber,
se estava lá.

Lilly Araújo.